Virtz Projeto para plantação de árvores na África recebe aporte bilionário

Projeto para plantação de árvores na África recebe aporte bilionário

Esforços para terminar a 'Grande Muralha Verde' no continente recebeu financiamento em janeiro

Projeto está ajudando países africanos a manter as florestas do continente

Projeto está ajudando países africanos a manter as florestas do continente

Reprodução/Instagram greatgreenwallafrica

O presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou em janeiro deste ano que 14 bilhões de dólares foram prometidos para financiamento adicional de reflorestamento em diversos países africanos nos próximos dez anos. Esse apoio financeiro será importante para restaurar terras degradadas, criar empregos e proteger a biodiversidade na região do deserto do Saara.

Plantando uma enorme parede de árvores em todo o continente, com extensão de 5.000 milhas (cereca de 8.000 quilômetros), a Grande Muralha Verde não está apenas impedindo o avanço do deserto, mas também da pobreza. Entre os financiadores da ação estão o governo da França, o Banco Mundial e o Banco Africano de Desenvolvimento.

“A Grande Muralha Verde é um exemplo inspirador de restauração de ecossistemas em ação. Está se tornando rapidamente um corredor de crescimento verde que está trazendo investimentos, aumentando a segurança alimentar, criando empregos e plantando as sementes da paz", diz Susan Gardner, diretora da Divisão de Ecossistemas do Programa Ambiental da ONU, em convenção realizada na França.

De acordo com o GoodNewsNetwork, o projeto prevê uma restauração de 100 milhões de hectares de terras degradadas na África e a criação de 10 milhões de empregos até 2030.

Últimas