Veja por que o Café Pilão desperta os sentidos dos brasileiros

Conheça o papel do Master Blender, profissional que cuida de todos os processos de produção do café para garantir força total em cada xícara

Café Pilão 252° Graus faz parte da linha mais forte de Pilão

Café Pilão 252° Graus faz parte da linha mais forte de Pilão

Instagram: cafepilao/Reprodução

Preparado para descobrir os segredos do café forte do Brasil? A força e o sabor do café Pilão são resultado de um processo único, de torra lenta e uniforme a altas temperaturas, desenvolvido pela marca para extrair o máximo de sabor e aroma do café. O Portal R7 conversou com o Master Blender de Pilão, profissional responsável por todos os processos de produção, da escolha do grão à embalagem do café, para explicar os detalhes essenciais que fazem de Pilão o café forte do Brasil.

A magia do café

A força do café Pilão tem um segredo, ou melhor, vários segredos. O processo tem início na escolha dos grãos que vão compor o blend (mistura) do café, e é na fase de torrefação que a mistura é submetida a uma curva de torra, que é a relação de tempo e temperatura. “O processo de torra é bem complexo. Já no processo de secagem, os óleos e açúcares naturais dos grãos interagem e produzem características que são a base do sabor e do aroma da bebida”, explica Hugo Benevento, o Master Blender de Pilão.

Quando a temperatura atinge aproximadamente 140° graus, o café inicia efetivamente a torra. Durante a torra, acontecem reações físicas e químicas. A caramelização dos açúcares predominantes nos grãos de café – como a frutose, glicose e sacarose – dará personalidade ao produto. “Chamado de pirólise, o processo leva o grão até temperaturas que podem ultrapassar os 250°C. Cada blend conta também com seu processo de torra específico. Torras claras podem gerar cafés mais suaves e com acidez, enquanto as torras mais escuras variam do aveludado ao intenso ou com notas de chocolate ou caramelo”, ressalta o Master Blender.

Após o processo da torra, ao atingir a temperatura ideal para cada perfil de café, o grão passa por um processo de resfriamento. Ao resfriar, os grãos entram em um período de repouso para estabilização e liberação de gás carbônico, que é mais um componente da receita final, aguçando sabores. “Em nosso processo de torra, a curva de aquecimento é feita lentamente, então o grão não é constantemente submetido a uma alta temperatura”, revela Hugo.

Todo esse cuidado garantido pelo Master Blender permite que cada xícara de café Pilão tenha 40 grãos do mais puro café, com sabor e aroma preservados pela moagem resfriada, e é daí que vem a força que te dá mais força.

O Master Blender

Este profissional é um especialista em café, pois é o responsável por destacar as particularidades de cada tipo de grão e, por isso, também é aquele que vai combinar e escolhê-los, além de acompanhar todas as etapas de sua produção até chegar ao produto final. “Sou Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento e Master Blender, responsável por todo o rigoroso processo que vai da escolha dos grãos à embalagem que sai das fábricas para a mesa dos consumidores, além de ser um apaixonado por café. Tenho orgulho de saber que o meu trabalho e da minha equipe contribuem para que todos tenham o café que amam, feito sempre com o melhor blend e com os mais altos padrões de qualidade”, diz o especialista.

Hugo Benevento é formado em Engenharia de Produção Mecânica e Administração de Empresas, com especialização em Marketing, além de diversas especializações em processos de café, como a de Q-grader, que o habilita ser o “guardião” da qualidade por toda a cadeia produtiva do café: entender as origens, selecionar os grãos, identificar perfis de torra e moagem, métodos de processamento, de degustação e embalagem, e permite criações surpreendentes, como o Café Pilão 252° Graus.

O café mais forte de toda a linha de Pilão foi desenvolvido para quem aprecia um café potente e precisa do máximo de energia para encarar os desafios do dia a dia. Em Pilão 252° Graus, cada grão é levado ao limite da torra lenta a 252° graus, que resulta em um café ainda mais encorpado e com aroma intenso, sentidos em cada gole, como todo brasileiro gosta. Essa força não se perde depois de abrir o pacote, pois, além da tradicional embalagem à vácuo, Pilão 252° Graus também traz o inteligente sistema Abre e Fecha, que funciona como um zíper, mantendo todo aroma e o sabor do café coado bem armazenados.

Além do tradicional café forte torrado e moído nas intensidades Tradicional, Extra Forte, Intenso e Pilão 252° Graus, Pilão conta com as cápsulas de alumínio Pilão Espresso, em novas embalagens disponíveis em cinco versões: Tradicional, Intenso, Forte, Fortíssimo e Extraforte. E, ainda, para agradar a todos os paladares, a marca disponibiliza as opções do Café Pilão Solúvel e Pilão Cappuccino, nos sabores Tradicional, Baunilha e Chocolate.

A marca ainda possui um programa nacional de reciclagem de cápsulas, o Reciclo, que permite aos apreciadores do café expresso Pilão a possibilidade de descartar os resíduos corretamente em qualquer cidade do país.

Conheça outras linhas do café forte do Brasil