Sistema de saúde doa cloroquina a pacientes com receita médica

Hapvida realiza a doação por meio da Fundação Ana Lima, braço social da empresa e cerca de 20 mil tratamentos poderão ser realizados inicialmente 

Plano de saúde doará hidroxicloroquina a pacientes com prescrição médica

Plano de saúde doará hidroxicloroquina a pacientes com prescrição médica

SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Em uma ação de solidariedade para combater a covid-19, o Sistema Hapvida está doando, desde a terça-feira (5) o medicamento hidroxicloroquina, um dos que estão sendo usados contra a doença, para pacientes que possuem a prescrição médica para o uso da droga em casa. As doações estão sendo realizadas por meio da Fundação Ana Lima, braço social da empresa.

As operadoras que fazem parte desse sistema de saúde receberam os remédios para entregá-los gratuitamente. O objetivo da ação é garantir a saúde dos clientes da companhia, evitando que a doença se agrave, já que as pessoas que têm indicação médica para uso da cloroquina podem fazer seu tratamento, de acordo com a orientação do profissional de saúde, em sua própria residência.

“A percepção clínica de nossos médicos é de que o uso da hidroxicloroquina, em associação com outras drogas, na fase inicial da doença, tem sido um elemento essencial para evitar a gravidade da covid-19 em nossos pacientes", diz Jorge Pinheiro, presidente do Sistema Hapvida.

"Dessa forma, para cuidar do nosso paciente e contribuir para que a sua situação não se agrave, vamos doar a medicação, desde que tenha prescrição médica. Quando ele se consultar com nosso médico em nossas unidades, e o médico entender que ele possui condições de ficar em casa e precisa da medicação, daremos acesso à hidroxicloroquina, já que muitos pacientes têm nos relatado dificuldades de encontrar a medicação na rede farmacêutica do país como um todo", afirma.

Jorge informou ainda que a empresa já tem tratamento para 20 mil pessoas, até o momento. "Mas estamos trabalhando para ampliar essa quantidade”.

Como ter acesso ao remédio

Para ter acesso à hidroxicloroquina, o cliente do Sistema Hapvida precisa apresentar alguns documentos na unidade em que deseja atendimento, como a prescrição médica do plano de saúde, a carteirinha individual e documento oficial com foto.

A companhia já investiu, até agora, mais de R$ 65 milhões em ações contra o novo coronavírus. Essas ações envolvem a compra de insumos médicos, equipamentos de proteção individual, materiais, medicamentos, equipamentos tecnológicos e reforço na infraestrutura da rede mantida pela empresa.

O Sistema Hapvida também fretou uma aeronave para garantir a distribuição de insumos para sua rede própria em todo o país e tem feito o remanejamento constante de equipes de profissionais de saúde para as áreas com maior incidência da doença.

A empresa atende atualmente mais de 6 milhões de clientes. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, RN Saúde, além da operadora Hapvida.