Torcedor vira goleiro por um dia e ganha chance em time de hóquei

David Ayres, de 42 anos, que dirige carrinho que passa sobre gelo nos intervalos, foi chamado de emergência e ajudou equipe a vencer partida

Ayres desceu da arquibancada, entrou no gelo e ajudou na vitória dos Hurricanes

Ayres desceu da arquibancada, entrou no gelo e ajudou na vitória dos Hurricanes

John E. Sokolowski/Reuters - 23.2.2020

David Ayres, de 42 anos, estava tranquilamente sentado na arquibancada de uma partida da NHL, principal liga de hóquei sobre o gelo no mundo, no Canadá. Pouco tempo depois, viu a sua vida mudar ao ser chamado para substituir os goleiros machucados. Como se não bastasse, a boa performance na vitória do Carolina Hurricanes sobre o Toronto Maple Leafs deu a ele uma chance de defender um time profissionalmente.

Pouca gente sabe, mas a NHL tem uma regra específica ao que é chamado de “goleiro de emergência”. Se os dois goleiros de uma equipe se machucarem, qualquer um que esteja na arquibancada apto a jogar pode entrar no gelo e assim permitir que a partida continue. Ayres era um desses torcedores. Ele, no entanto, é o operador do Zamboni, aquela máquina que regulo os desníveis do gelo a cada intervalo, e está sempre nos jogos do Maple Leafs, no Canadá.

Ayres defendeu oito de 10 finalizações na partida

Ayres defendeu oito de 10 finalizações na partida

John E. Sokolowski/Reuters - 23.2.2020

A chance apareceu depois que os goleiros dos Hurricanes James Reimer, o titular, e o reserva imediato Petr Mrazek sofrerem lesões no primeiro e no segundo período. Ayres então foi chamado para jogar. Ele defendeu oito de dez finalizações e ajudou a garantir a vitória por 6 a 3. As homenagens ao goleiro de emergência fora inúmeros, tendo até aposentado o stick usado por ele.

Agora, ele se prepara para defender o Saskatoon Blades, em uma partida contra o Regina Pats. Detalhes do contrato não foram revelados por Ayres, mas, pelo menos, é uma chance de jogar profissionalmente ainda que seja uma liga menor.

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Contemporânea da guerra na Síria: conheça atleta mais jovem dos Jogos