UFSCar doa 387 kg de alimentos para instituições assistenciais

Os itens foram produzidos no Sistema Agroflorestal do Campus Lagoa do Sino e encaminhados para cidades do interior de São Paulo

Voluntários organizam as doações de alimentos para Angatuba e Campina do Monte Alegre

Voluntários organizam as doações de alimentos para Angatuba e Campina do Monte Alegre

Divulgação

Instituições de saúde e assistenciais em Angatuba e Campina do Monte Alegre, no interior de São Paulo, vão receber 387 quilos de alimentos. A doação feita pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) foi produzida no Sistema Agroflorestal (SAF) do Campus Lagoa do Sino, projeto implantado em 2017.

Ao todo, foram enviados 107,60 quilos de banana, 206,25 quilos de mandioca e 73,2 quilos de batata doce. "Essa ação faz parte dos esforços que a comunidade do Campus Lagoa do Sino da UFSCar vem empreendendo diante das dificuldades impostas pela pandemia de covid-19. É um momento em que muitas pessoas estão perdendo seus empregos, suas rendas e o acesso aos alimentos", destaca o professor Henrique Carmona, do Centro de Ciências da Natureza (CCN).

Segundo o docente, o SAF é uma área de diversos projetos de pesquisa, ensino e extensão sobre sistemas agrícolas e sustentabilidade. Além da rica diversidade produtiva, não há utilização de insumos externos, como agrotóxicos ou fertilizantes químicos.

A Casa de Repouso "Nova Família", a Liga do Câncer "Zenaide Campos" e a Santa Casa de Angatuba serão os primeiros a receber os alimentos.