Unesp e Embraer fazem acordo para realizar 40 mil testes da covid-19

Serão atendidas as regiões de São José dos Campos, Araraquara-Gavião Peixoto e Botucatu, onde há campi da universidade e unidades da Embraer

Embraer realizará uma doação de aproximadamente R$ 4 milhões

Embraer realizará uma doação de aproximadamente R$ 4 milhões

Paulo Whitaker/Reuters

A Unesp (Universidade Estadual Paulista) e a Embraer fecharam uma parceria para a realização de 40 mil testes de diagnóstico da covid-19 em cidades do interior paulista.Serão atendidas as regiões de São José dos Campos, Araraquara-Gavião Peixoto e Botucatu, localidades onde há campi da universidade e unidades da Embraer. 

Pelo acordo, a Embraer realizará uma doação financeira, de aproximadamente R$ 4 milhões, para coleta de amostras, transporte e execução das análises de diagnóstico. Segundo a universidade, as prefeituras das cidades atendidas participarão na etapa de coleta e transporte dos exames para os laboratórios da Unesp.

O acordo prevê ainda um prazo de até seis meses para a realização dos 40 mil testes. Segundo a universidade, os exames serão feitos com a metodologia RT-qPCR (teste molecular), considerado padrão-ouro para o diagnóstico do novo coronavírus.

A primeira etapa do teste é a extração e purificação do RNA viral, uma das mais demoradas do processo. Segundo a Unesp, a parceria vai permitir a compra de robôs para a realização dessa extração, o que permitirá a automatização dessa etapa inicial do processamento dos exames, aumentando a capacidade dos laboratórios universidade em fazer os testes. 

O acordo prevê também que uma reserva técnica de até 20% das análises será dedicada, se necessário, aos funcionários da Embraer, caso apresentem um quadro clínico indicado para o teste, conforme o protocolo.