Em tempo de pandemia, coelhinhos da Páscoa usam máscaras

O período da Páscoa este ano coincidiu com o surto do novo coronavírus, que deve manter milhões em confinamento. Diante dos desafios de 2020, pessoas do mundo todo têm encontrado formas criativas em suas celebrações.

Coelhinhos de chocolate e com máscaras estão sendo vendidos em países como França e Grécia, onde os ovos de Páscoa ganharam imagens que remetem ao novo coronavírus.

Na Eslováquia, moradoras usaram máscaras bordadas para pendurar seus ovos em árvores, uma tradição geralmente feita por crianças do vilarejo.

A premiê neozelandesa Jacinda Ardern aproveitou os dias que antecedem a data para alertar sobre a difuldade de locomoção do coelhinho da Páscoa.

"Digo às crianças da Nova Zelândia que, se o coelhinho da Páscoa não for à sua casa, teremos que entender, pois é um pouco difícil no momento para ele chegar a todos os lugares."