Virtz Voluntariado de incentivo à leitura abre inscrições para todo Brasil

Voluntariado de incentivo à leitura abre inscrições para todo Brasil

Instituições de todo o país, preferencialmente públicas, podem se inscrever para sediar sessões de leitura digital na pandemia

Mais de 300 voluntários se encontram semanalmente com as crianças para as sessões de leitura

Mais de 300 voluntários se encontram semanalmente com as crianças para as sessões de leitura

Reprodução/Pexels

De 24 de maio a 14 de junho, instituições formais ou coletivos de todo o Brasil poderão se inscrever para se tornar "Pontos Myra", locais que realizarão sessões de leitura seguindo a metodologia e as orientações do Programa Myra.

A iniciativa de voluntariado foi criada há cinco anos pela Fundação SM, cujo trabalho é fortalecer a educação pública de forma colaborativa com os governos municipais, estaduais e federal, organismos internacionais, organizações da sociedade civil, institutos e fundações.

O programa, que antes ocorria presencialmente em escolas públicas de São Paulo, precisou se adaptar para o modelo remoto desde o último ano, devido à pandemia. E, para participar do edital e se tornar um Ponto Myra, é importante que os locais ofereçam atendimento regular a crianças matriculadas no 4º, 5º ou 6º ano do Ensino Fundamental, preferencialmente de escolas públicas.

Material gratuito

As instituições selecionadas receberão da coordenação do programa capacitação para os gestores e apoio, com disponibilidade gratuita de material e consultorias durante todo o período de realização das sessões de leitura na instituição. Para se inscrever, basta acessar: http://www.programamyra.org/material/escola/

O edital é aberto para instituições e entidades localizadas em todo o território nacional e o anúncio dos selecionados será feito até o dia 21 de julho.

"Nosso plano é que ainda no segundo semestre esses novos Pontos Myra estejam com suas equipes capacitadas para dar início às sessões de leitura ainda em 2021 para atingirmos o maior número possível de crianças beneficiadas pelo projeto. O momento exige esforços de todos para não deixarmos nenhuma criança para trás", diz Mariana Franco, gerente da Fundação SM. 

Últimas