Virtz Voluntários vão às ruas e semáforos em todo o Brasil em iniciativa contra a depressão

Voluntários vão às ruas e semáforos em todo o Brasil em iniciativa contra a depressão

Na campanha Janeiro Branco, projeto Depressão Tem Cura realiza neste domingo ação para reforçar a importância da saúde mental

  • Virtz | Do R7, em Brasília

Campanha visa conscientizar sobre saúde mental

Campanha visa conscientizar sobre saúde mental

Reprodução

O projeto Depressão tem Cura (DTC), da Igreja Universal do Reino de Deus, realiza neste domingo (14) a primeira ação de conscientização da saúde mental. Os voluntários do programa social unem forças com a campanha “Janeiro Branco” no movimento: a “Blitz Contra a Depressão” que ocorrerá nos 26 estados e no Distrito Federal. A estimativa é que a ação alcance cerca de 80 mil pessoas, em todo o Brasil. Em 2023, o DTC beneficiou 1,2 milhão de brasileiros por meio de suas ações.

O evento terá a colaboração de 7 mil agentes do bem – como são conhecidos os
voluntários do programa – e ocorrerá em 810 cidades brasileiras. Em São Paulo, a ação
principal ocorre a partir das 15h, nas proximidades do Parque Ibirapuera.

Na “Blitz Contra a Depressão”, motoristas e pedestres são abordados pelos voluntários do DTC. O movimento é realizado nos semáforos e, por meio de cartazes, banners e folhetos informativos. A ideia é conscientizar e levar apoio emocional a quem precisa.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

“Eu acho muito importante esse trabalho, porque ouvimos inúmeros relatos dizendo 'vou
pegar o meu carro e vou seguir sem destino algum'. Às vezes, aquela pessoa tem a
oportunidade de visualizar numa placa que há uma saída para ela”, afirma o voluntário Hector Vinicius da Silva, de 38 anos.

Janeiro Branco e a saúde mental

O Brasil é o país que, atualmente, tem o maior número de casos de depressão na América
Latina, de acordo com dados provenientes de uma revisão de estudos que analisou a
prevalência da doença no continente, conduzida por pesquisadores da Pontifícia Universidade Católica do Chile e publicada no The Lancet.

Segundo o responsável pelo DTC, Jefferson Garcia, o objetivo dessa iniciativa é mostrar às
pessoas que elas devem pedir ajuda. “O mês de janeiro – em função da campanha ‘Janeiro
Branco’ – é um mês em que devemos incentivar o cuidado com a saúde mental, e poucos
falam sobre ou se importam com isso. Então, temos feito ações como essa, de combate a
transtornos emocionais e ao suicídio, mostrando que todos podem, sim, buscar auxílio, seja
psicológico, médico ou da nossa rede de apoio”.

Últimas